Pílula do dia seguinte: perguntas e respostas

Há muitas dúvidas acerca da pílula do dia seguinte. Ela é abortiva? Depois de ter feito sexo desprotegido, tenho quanto tempo para tomá-la? Ela é eficaz? Posso tomá-la mais de uma vez por mês?

Com o objetivo de esclarecer algumas dúvidas sobre o contraceptivo de emergência (pílula do dia seguinte), que é vendido sem receita médica nas farmácias ao custo de aproximadamente R$ 20,00, conversamos com o Dr. Donizetti Ramos dos Santos, médico do Núcleo de Mastologia do Hospital Sírio-Libanês de São Paulo, e com a Dra. Marta Curado, presidente da Comissão de Anticoncepção da Febrasgo (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia).

Quando devo usar a pílula do dia seguinte?

A pílula do dia seguinte é um contraceptivo de emergência, portanto deve ser utilizada somente em último caso. Nos Estados Unidos a chamam de plano B. Ela deve ser usada quando, por exemplo, a camisinha estoura no momento da ejaculação. Ou então quando a menina se esquece de tomar  a pílula anticoncepcional durante dois, três dias e só se lembra no momento do coito. Em casos de estupro ela também é amplamente utilizada. Portanto, não se deve fazer de seu uso um hábito nem tomar mais que uma dose por mês. É importante ressaltar a importância desse medicamento na vida das mulheres, pois ele tem diminuído em mais de 50% a taxa de gravidez indesejada e evitado milhares de abortamentos.

A pílula tem alguma contraindicação?

Mulheres com distúrbios metabólicos, principalmente insuficiência hepática e tromboembolismo venoso devem evitar tomar o medicamento. É importante conversar com um médico antes.

Posso tomar a pílula mais de uma vez por mês?

Não é recomendado, pois ela perde a eficácia, aumentando o risco de gravidez. Além disso, graças a sua alta dose de componentes hormonais, ela pode causar reações adversas como náuseas, alteração do ciclo menstrual, dor de cabeça e diarreia.

Como a pílula do dia seguinte age no organismo? Ela é abortiva?

Não. O principal objetivo da pílula é bloquear a ovulação e com isso dificultar a incidência de gravidez. Caso a mulher não tenha ovulado, o anticoncepcional de emergência deverá impedir ou retardar a liberação do óvulo, evitando a fertilização. A pílula não deixa formar o endométrio gravídico (camada que recobre o útero para receber o óvulo fecundado e cuja descamação dá origem à menstruação).

Depois do sexo desprotegido, quanto tempo tenho para tomar a pílula?

O ideal é que a mulher tome a pílula o mais próximo possível da relação sexual desprotegida. Mas ela tem até 3 dias (72 horas) para fazer isso. Nas primeiras 24 horas, por exemplo, a eficácia da pílula é de 88%. O medicamento é vendido em dose única e em dois comprimidos. Solicitamos que a mulher tome um comprimido e espere 12 horas para tomar o outro. Entretanto, para não haver esquecimento, ela pode tomar os dois de uma vez também.

É necessário receita médica para adquiri-la?

Não. Nos postos de saúde a receita também não é mais exigida, o que foi um enorme avanço em termos de saúde pública. Antes a mulher tinha que esperar quase dois meses para consultar um ginecologista. Nesse meio tempo, se ela esperasse a pílula, já estaria grávida. Atualmente, a mulher pode ir até o posto e se não tiver um médico de plantão, o próprio enfermeiro está autorizado a fornecer o medicamento a ela. Além disso, se ela for menor de idade, não é preciso estar acompanhada dos pais.

Normalmente o enfermeiro ou o técnico de enfermagem vai sugerir que ela converse com um médico posteriormente com o objetivo de ver se ela não está utilizando esse medicamento como único método contraceptivo, o que não é indicado.

Após utilizar o contraceptivo de emergência, posso continuar tomando pílula anticoncepcional ou tenho que esperar menstruar?

Espere vir a menstruação e comece a tomar uma nova cartela de pílula. Mas não faça sexo desprotegido, a pílula do dia seguinte não tem efeito cumulativo.

Fonte: Drauzio Varella

10 comentários em “Pílula do dia seguinte: perguntas e respostas”

  1. Se caso ocorrer de te esquecido somente uma pílula de anticoncepcional e ter mantido relação sexual

    1. Tommasi Laboratório

      Somente o seu ginecologista poderá te orientar sobre os riscos e eficácia com o uso do anticoncepcional. Uma boa dica para não esquecer: Considere colocar um despertador no seu celular e deixe o medicamente sempre visível 🙂

    2. Então tive relação com meu namorado na quarta e só Hj tomei a pirula tem risco de emgravida

    3. Alessandro Araújo

      Boa Noite
      Tiver relação sábado 16:00 horas, e tomei a pílula do dia seguinte na segunda, 13:00 correr risco de gravidez?

  2. Boa tarde ;!! Tive relação no sábado , tomei a pílula no domingo porém tive relação ontem novamente tenho q tomar outra de novo ou a q eu tomei no domingo resolve ?

    1. Douglas Rodrigues vieira

      Tive relação 11hs da noity no sábado, então ela só tomou a plilula na segunda 1h da tarde ? A pilula resolve ?

  3. Boa noite! Minha última menstruação teve um ciclo de 31 dias. E hoje tive relações sexuais sem o preservativo e a minha menstruação tá marcada pra descer daqui 7 dias. Tomei a pílula do dia seguinte bem antes de dar 24h, posso estar grávida?

  4. Quanto tempo a pílula fica fazendo efeito no organismo, quero saber pq tenho que usar um outro remédio que pode interferir na eficácia da pílula

  5. Alessandro Araújo

    Boa Noite
    Tiver relação sábado 16:00 horas, e tomei a pílula do dia seguinte na segunda, 13:00 correr risco de gravidez?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.